× Serviços Cursos Clientes Contato Blog
29 set
Bate-Papo

Bate-papo com Igor Cunha

Janaina de Arruda Santos set 29, 2020 17313

O nosso entrevistado deste mês de setembro é o Igor Cunha, jovem de 20 anos, aos 16 conseguiu uma bolsa de estudo para fazer um semestre do seu ensino médio na Nova Zelândia, em seguida fundou um projeto chamado Três Pilares para ajudar jovens de escola pública a se prepararem para conseguir bolsa de estudo internacional, onde já ajudou mais de 15 mil jovens! Após terminar o ensino médio, fez técnico em administração no IFPE, e também trabalhou como voluntário na AIESEC, no qual foi responsável pela experiência de jovens que iam trabalhar em startups no exterior. Neste tempo, teve que parar o Curso e o Trabalho na AIESEC porque conseguiu uma bolsa para fazer um curso de desenvolvimento de empreendedores de alto impacto na Imperial College London, onde conheceu várias grandes empresas como Google, WeWork e Green Man Gaming. Atualmente Igor é estudante de Administração (Graduação) e Cofundador e CEO da Turtle Box.


Igor, primeiramente obrigada pelo aceite do convite! Tratar de um assunto tão relevante quanto o que a Turtle Box prioriza é essencial nos dias atuais.

Com a pandemia houve um aumento da demanda de delivery e consequentemente do desperdício de embalagens que em maioria são single-use, qual seu sentimento em relação a este cenário onde sabemos que boa parte destas embalagens não são recicladas ou reutilizadas?

Hoje no Brasil um terço do lixo doméstico é composto por embalagens, a maioria delas feitas de plástico, o grande problema é que apenas 1% do plástico produzido aqui é reciclado. Junto a isso, há o aumento no consumo de delivery de comida, que vem fazendo com que sejam geradas ainda mais embalagens plásticas. Durante a pandemia, as plataformas de delivery vem fazendo como um todo mais 1 milhão de pedidos diariamente, imagina a quantidade de plástico que isso gera? Do ponto de vista do consumidor, sabemos também que não há tantas opções fazer o descarte correto dessas embalagens ou qualquer outro resíduo, visto que apenas 22% das cidades brasileiras tem coleta seletiva. Tendo em vista essa realidade, meu sentimento é que ainda há muito a se fazer para sermos sustentáveis e pouco tempo para tal.

Aproveitando a “deixa” da pergunta anterior, explica pra gente a diferença de reciclar e reutilizar! E, não são todos os recicláveis que de fato possuem a garantia de chegar a este processo, certo?

Muitas pessoas acham que reciclar é a solução para a quantidade de lixo desnecessária que produzimos, só que na verdade a reciclagem ela reduz o problema, não soluciona! A reciclagem nada mais é do que você pegar um produto, que ao invés de ser descartado e ir parar em lixões, no oceano e etc., ele vai servir como matéria prima para criação de outro novo produto, em que pode ser o mesmo produto, ou um totalmente diferente. O importante é não extrair mais matéria prima virgem da natureza. O principal problema é que esse material que está sendo reciclado, vai precisar passar por todo processo de produção para criar um novo produto. E o processo produtivo é um dos principais agentes poluidores. Por isso que a melhor solução para diminuir a poluição é deixar de produzir tanto lixo. Mas como que deixamos de produzir tanto lixo? Reutilizando! Assim, só precisamos produzir uma única vez o produto e ele pode ser utilizado várias outras vezes, fazendo com que seja desnecessário a criação de um novo produto. Um exemplo prático é: Se você substituísse por um mês os copos de vidro da sua casa por copos descartáveis de plástico, quanto copos você descartaria após um único uso? É exatamente isso que acontece hoje com os plásticos, produzimos anualmente no mundo 300 milhões de toneladas de plástico, em que 50% são utilizados uma única vez e jogados fora. Desses 300 milhões, somente 9% é reciclado no mundo, no Brasil esse número é ainda mais preocupante, apenas 1%. No fim do dia, não existe uma única solução para a sustentabilidade, é um conjunto de vários atos que vão nos ajudar a ser mais sustentáveis. E apesar da reciclagem ainda ser poluente, ela é extremamente importante para que possamos reduzir nosso impacto. Mas o mais importante é evitar ao máximo produzir novos dejetos.

A partir desta demanda/cenário, como surgiu a ideia da Turtle Box?

A ideia surgiu mais ou menos 1 da manhã, quando fui assistir um vídeo no Youtube em que falava que 80% das embalagens são utilizadas uma única vez e jogadas fora, e o impacto ambiental gigantesco que isso causava. Esse número me incomodou de uma forma tão grande que me fez passar a madrugada pensando em como solucionar esse problema de forma simples. Foi aí que surgiu a ideia das embalagens retornáveis. Nessa época estávamos começando uma startup para ajudar comércios de bairro, já tínhamos ganhado 2 premiações, as coisas estavam começando a funcionar, mas a ideia da Turtle Box me encantava muito mais. Então marquei uma reunião com a equipe, sem ter dormido nada na noite anterior, mostrei a ideia da Turtle Box e o impacto que poderíamos trazer para nosso planeta. Fomos melhorando a ideia junto com o time, e acabamos que pivotamos totalmente a outra startup e criamos a Turtle Box.

Em toda campanha da Turtle Box fala-se bastante sobre a questão do plástico. Além das embalagens que acondicionam os alimentos, há outras ideias em relação ao mesmo? Como por exemplo os talheres ou copos descartáveis?

Sim, planejamos substituir esses itens descartáveis por retornáveis no futuro, atualmente só funcionamos com as marmitas retornáveis porque é o item que causa mais poluição no delivery. O mercado de embalagens e itens plásticos é gigantesco, há milhares de possibilidades.

Tratando da questão da sustentabilidade, ser favorável à busca da mesma, hoje você considera que os consumidores ou os empresários estão mais conscientizados?

Com certeza! 87% dos brasileiros preferem comprar produtos e serviços de empresas sustentáveis, e 70% topam pagar mais caro por isso. Mas ainda falta muito para estarmos no cenário ideal!

Qual é a principal motivação dos clientes atuais na adesão ao projeto?

Sustentabilidade de forma simples e com vários benefícios! Por exemplo, se um restaurante quer ter um delivery mais sustentável com a da Turtle Box, ele tem vários benefícios além da sustentabilidade. Como aumento de fluxo de caixa, não precisar sair para comprar as embalagens, conexão com seus clientes além das plataformas de delivery, aumento na experiência e fidelização de seus clientes. Tudo isso sem adicionar nenhuma etapa a mais no seu processo interno do restaurante e com preço competitivo as embalagens comuns. Enquanto que para o consumidor final, é muito fácil fazer a devolução das embalagens porque o ponto de coleta fica dentro do seu condomínio, e quando ele retorna a embalagem concorre a prêmios na próxima compra no restaurante.

Vimos que recentemente a equipe responsável pelo desenvolvimento do negócio participou do Hack pela Gastronomia promovido pelo grupo Bom Gourmet da Gazeta do Povo. Depois da análise de mais de 70 ideias para inovar no setor de food service a Turtle Box ficou em 3° lugar no ranking se destacando! Como foi esta experiência?

Ficamos muito felizes com o resultado! Foi uma experiência incrível, conhecemos pessoas que ajudaram bastante no desenvolvimento da nossa ideia.

É importante lembrarmos que apesar do momento atual de pandemia a Turtle Box não é uma empresa temporária e sim que busca uma transformação de conceitos e hábitos. Quais são os planos futuros deste projeto?

Nosso foco principal é tornar o delivery mais sustentável. Mas vemos uma possibilidade num futuro bem distante de expandirmos para outros mercados e fazer com que sustentabilidade seja algo tão simples e comum que as pessoas olhem para trás e vejam o quão absurdas eram suas ações no passado.

Qual é o procedimento para solicitar um turtle point hoje sendo consumidor ou empresário do ramo? E qual a área de atuação/atendimento atual?

A Turtle Box hoje tem 2 vertentes, a para condomínios e para restaurantes. Em condomínio colocamos gratuitamente pontos de coletas das embalagens de delivery da Turtle Box. Já para restaurantes oferecemos as embalagens retornáveis da Turtle Box, sem custo nenhum para implementação. Para solicitar ambos basta entrar no nosso site: www.turltebox.com.br ou enviar mensagem para o nosso WhatsApp: (31) 9 9985 4147

Deixe um recado para os seguidores da Nutriv!

O primeiro passo para ser mais sustentável é começar a repensar suas atitudes e como elas impactam o meio ambiente.

Escrito por:

Janaina de Arruda Santos

Nutricionista, Mestre em Ciência e Tecnologia de Alimentos pelo IFRJ e especialista em Vigilância Sanitária e Qualidade de Alimentos pela UNESA. Possui 9 anos de experiência na área de Controle de Qualidade e Segurança de Alimentos, com destaque para o ramo da hotelaria e restaurantes comerciais trabalhando com Boas Práticas e implantação de sistema APPCC. Atualmente é Docente em cursos de Nutrição e Gastronomia, além de cursos livres para profissionais da área de alimentos e atua também como consultora propondo soluções para negócios relacionados à alimentação.

Em alta

Comentários

O nosso site pode fazer uso de cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Você pode controlar o uso de cookies quando quiser, acessando as configurações do navegador ou do dispositivo que estiver usando. Ao continuar navegando nesta página, você concorda com a nossa Política de Privacidade e uso de cookies.